Disciplina - Língua Estrangeira Moderna

Babel - Prejudice as a Linguistic Barrier

O filme Babel aborda a intraduzibilidade do ser humano e o desafio de transpor essa barreira por meio do contato efetivo e do comprometimento com o outro. Em Babel, evidencia-se, pelas histórias de personagens estadunidenses, mexicanos, japoneses e marroquinos, que todos os humanos são, de alguma forma ligados, por mais que barreiras como distância e língua se imponham como obstáculos. Vale lembrar que o nome do filme remete ao relato bíblico da Torre de Babel, em que Deus dispersa os humanos pelo mundo, depois de lhes confundir as línguas.




Neste trecho, a garota Shieko e suas amigas surdas se encontram em uma lanchonete para comer e paquerar. Shieko se interessa por um rapaz, mas quando ele descobre que ela é surda, retira-se. Shieko fica triste e amargurada, e desabafa com uma amiga sobre a discriminação das pessoas em relação a ela. Como se destaca no filme como um todo, o grande desafio é transpor as barreiras que separam as pessoas (não somente a língua, mas os preconceitos).




Babel, Drama, EUA/México, 2006, 142min.; COR. Direção: Alejandro González Iñárritu.




Palavras-chave: Surdo. Comunicação. Libras. Sinais. Gesto. Preconceito.

  • 5503
  • 9
Fechar

Campos com (*) são obrigatórios.

fechar

Copie o código abaixo e insira em sua página:


Ou compartilhe através dos sites:

Fechar

Mais Informações